ARANHAS

Aranhas Phoneutria sp:

Conhecida popularmente como armadeira, também conhecida como aranha macaco ou aranha de bananeira.

 

O nome comum armadeira vem da sua atitude invariável de ataque, com as patas dianteiras erguidas.

 

Originárias da região sul-americana, são altamente agressivas e peçonhentas, pois produzem um veneno cujo componente neurotóxico é tão potente que apenas 0,006 mg é suficiente para matar um rato.

 

Freqüentemente entram em habitações humanas à procura de alimento, parceiros sexuais ou mesmo abrigo, escondendo-se em roupas e sapatos.

 

Quando incomodadas, picam furiosamente diversas vezes, e centenas de acidentes envolvendo essas espécie são registrados anualmente: são responsáveis por aproximadamente 42% dos casos de picadas por aracnídeos notificados no Brasil.

 

É considerada a aranha mais venenosa do mundo, segundo o Guiness Book, devido a potência do seu veneno de ação neurotóxico.

 

No Brasil, é a segunda aranha que mais causa acidentes, perdendo apenas para a aranha-marrom, porém, ao contrário da loxosceles, é extremamente agressiva, razão pela qual não se aconselha nem se permite sua criação em cativeiro.

 

Os pontos de inoculação sobre a pele são vistos acompanhados de inchaço, vermelhidão e sudorese local. A dor é queixa comum.

 

Dependendo do estado da pessoa, além da dor, os sintomas mais comuns são taquicardia com alterações no eletrocardiograma, hipertensão arterial, sudorese com visão turva e vômitos ocasionais.

 

O hemograma pode apresentar leucocitose com neutrofilia e hiperglicemia.

ARANHA VIÚVA NEGRA          ARANHA ARMADEIRA          ARANHA-MARROM